União Socialista (1945)

Resulta da fusão do Núcleo de Doutrinação e Acção Socialista com a União Democrática. Constituída clandestinamente em 1945, tendo como primitivo nome União Democrato-Socialista. Foram especialmente ativos alguns estudantes universitários, onde se destacam Manuel Sertório, Jacinto Simões, José Pessegueiro, António Lobo Vilela e Fernando Mayer Garção. Aderirão ao MUD Juvenil. Em 6 de novembro de 1949 assinam um pacto para a constituição do Partido da União Socialista. Em 1954 e 1955 ainda tentam contatos internacionais para reconhecimento pela via dos socialistas franceses. Duram até 1964, quando se forma a Acção Socialista Portuguesa.