Tática

Etimologicamente significa a arte de dispor as tropas por ordem tendo em vista um combate. Constitui uma das partes da arte da guerra, lado a lado com a estratégia. Clausewitz considera que a estratégia tem como fim a paz, enquanto o objetivo da tática, enquanto emprego de tropas num combate, visa essencialmente a vitória.

Diz-se também que a tática apenas tem a ver com as ações tomadas contra um inimigo quando este entra no nosso campo de visão, enquanto a estratégia é bem mais ampla e vai além daquilo que é possível ver. Duroselle considera que a tática é uma simples técnica, ao passo que a estratégia é uma maneira de pensar.

Castex salienta que a estratégia é como o espectro solar: há um infravermelho que pertence ao campo da política e um ultravioleta, o domínio da tática. Muitas vezes confundem-se os dois campos, como aconteceu na obra clássica do coronel francês Essai Général de Tactique, de 1770.