Sérgio de Sousa, António (1883-1969)

transferir (16)Oficial da marinha até 1910. Demite-se com a implantação da república. Colabora em A Águia. Companheiro de Raul Proença. Polemiza contra o saudosismo. Funda com Francisco Reis Santos e Pedro José da Cunha a Liga de Acção Nacional durante o sidonismo e edita a revista Pola Grei, onde defende um governo nacional. Exila-se no Brasil até 1923. Aí edita o primeiro volume dos Ensaios. Director da Seara Nova. Ministro da Instrução Pública no governo de Álvaro de Castro, de 18 de dezembro de 1923 a 23 de fevereiro de 1924. Diretor de Pela Grei, em 1918-1919, e um dos principais ideólogos da Seara Nova. Várias vezes exilado depois de 1926, foi um dos principais líderes intelectuais da oposição ao salazarismo.