Semiologia ou Semiótica

Edo grego semeion, signo. Estudo sistemático dos signos, isto é, a análise de todas as produções humanas que utilizam significantes, como as línguas, as literaturas, as artes e as religiões. Isto é, dos sistemas de comunicação humana, dando-se prioridade à linguagem Segundo Saussure, a ciência que estuda a vida dos signos no seio da vida social.

Se, com Saussure, a semiologia se integra na psicologia social, já Peirce a considera como parte integrante da lógica e da filosofia. Entre os cultores europeus da semiótica destacam-se os estruturalistas Barthes e Lévi-Strauss. Cabe-lhes a introdução da psicanálise no âmbito das chamadas ciências humanas.