Santarém, 2º Visconde de (1791-1856)

Manuel Francisco de Barros e Sousa da Mesquita de Macedo Leitão e Carvalhosa, 2º viscondeManuel Francisco de Barros e Sousa de Mesquita de Macedo Leitão e Carvalhosa.

Ministro do reino do governo da regência de D. Isabel Maria de 8 de Junho  a 7 de Setembro de 1827 (foi substituído por Carlos Honório Gouveia Durão). Ministro dos negócios estrangeiros de D. Miguel, desde 3 de Maio de 1828. Acumula a pasta da marinha a partir de 30 de Junho de 1827. Lavradio, em 1828, considera que ele tem pouco mais de meia vara de altura, mas em 1855 já lhe chama este estimável cavalheiro, que tanto tem honrado o nosso país com as suas publicações que o tornaram notável entre os sábios da Europa.

  • Memórias para a História e Theoria das Cortes Gerais que em Portugal se celebraram pelos Três Estados do Reino. Em dois tomos (1827 - 1828).
  • Quadro elementar das relações políticas e diplomáticas de Portugal com as diversas potências do mundo desde o princípio da monarquia portuguesa até aos nossos dias. Paris, 1842-1854.
  • Corpo Diplomático Português. Paris, 1846.
  • Maltez, José Adelino, «Os Principais Jushistoriadores Portugueses», in História do Direito Português. Elementos Auxiliares, Lisboa, Associação Académica da Faculdade de Direito de Lisboa, 1984, pp. 25 segs.
  • Serrão, Joel, dir., Dicionário de História de PortugalLisboa, Iniciativas Editoriais, 1978, V, pp. 470-471. 
  • Silva, Inocêncio Francisco, Dicionário Bibliográfico Português, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1977, tomo V, pp. 435-438.