Ribeiro, Almeida (1865-1943)

Artur Rodrigues de Almeida Ribeiro. Juiz da Relação de Lisboa de 1907 a 1919 e do Supremo Tribunal de Justiça, de 1919 a 1927. Membro do Conselho Superior Colonial desde 1911. Deputado, a partir de 1913. Militante dos democráticos, foi, por quatro vezes, membro de governos da I República, nos setores das colónias, das finanças e do interior, de 1913 a 1917.
Em 1914 apresenta propostas de alteração do regime de administração ultramarina, transformadas nas Leis ns. 277 e 278 de 14 de Agosto, onde segue as ideias de António Enes. Estas leis apenas serão revogadas em 1919, quando se adota o sistema britânico da autonomia. Foi irradiado do partido democrático por aceitar ser vogal do Conselho Superior das Colónias em 1928.

Ministro das colónias do governo de Afonso Costa, de 9 de Janeiro de 1913 a 9 de Fevereiro de 1914. Ministro do interior no governo de Afonso Costa de 29 de Novembro de 1915 a 15 de Março de 1916. Subsecretário de Estado das finanças de 18 de Maio de 1916 a 25 de Abril de 1917, no governo da União Sagrada. Ministro do interior no governo de Afonso Costa, de 25 de Abril a 10 de Dezembro de 1917 (neste período foi também interino da instrução pública e das finanças).