Revolta de Rolão Preto

Revolta gorada, organizada pelo líder nacional-sindicalista Rolão Preto, com o apoio do capitão de mar e guerra Mendes Norton, monárquico, um dos conspiradores do 28 de Maio. Estava previsto um ataque ao quartel da Penha de França em Lisboa e do aviso Bartolomeu Dias.

Revolta dominada pelo capitão Monteiro Libório e graças à ação da PVDE. Visava-se a prisão de Salazar e de alguns ministros. Segundo nota oficiosa de Salazar, estava na base do processo entendimentos estabelecidos entre indivíduos de antigos partidos, militares demitidos das velhas revoluções e elementos das chamadas direitas. Previa-se a manutenção de Carmona e a demissão do Presidente do Conselho.