Renovação Democrática (1931)

Movimento político fundado por Álvaro Ribeiro, Domingos Monteiro, António Alvim, Delfim Santos, Manuel Leitão, António Alvim, Eduardo Salgueiro e Pedro Veiga, em 1931. Nesse ano, Domingos Monteiro tenta candidatar-se a um doutoramento na Faculdade de Direito de Lisboa, com uma dissertação intitutulada Bases da Organização Política dos Regimes Democráticos, saindo goradas essas intenções. A maioria dos membros do movimento estava marcado pela ideologia de Leonardo Coimbra e alguns deles desencadearão o chamado movimento da Filosofia Portuguesa. Próximo do grupo está então outro portuense, Agostinho da Silva. Marcados por um republicanismo anti-positivista, não se integram na dominante reviralista da oposição de então. Domingos Monteiro considera a associação o primeiro partido político de oposição à ditadura.