Programa para a Democratização da República (1961)

Programa para a democratizaçãoPrograma comum da oposição, elaborado sob a inspiração de Jaime Cortesão e Mário de Azevedo Gomes. Embora datado de 31 de janeiro de 1961, só foi tornado público e concluído em meados de maio. Entre a equipa que elaborou o programa, destacam-se os militantes da Resistência Republicana e Socialista, com destaque para Mário Soares, José Ribeiro dos Santos,  Fernando Piteira Santos e Ramos da Costa, em colaboração com o liberal Acácio Gouveia e com certos elementos da Seara Nova, como Rui Cabeçadas e Nikias Skapinakis. Na sequência da conferência de imprensa que divulgou o programa, realizada no escritório de Acácio Gouveia, são presos, para além deste advogado, Mário Soares e Gustavo Soromenho.