Pamplona Corte Real, Brigadeiro Manuel Inácio Martins (1760-1832)

pamplonaAgraciado, A partir de 1 de Maio de 1823, com o Título de Conde de Subserra.

Natural de Angra. Maçon. Oficial do exército. Bacharel em matemática. Voluntário, com Gomes Freire no exército russo. Governador militar de Coimbra com Massena em 1810. Campanha do Rossilhão. Legião Portuguesa. Amnistiado pelas Cortes em 1821. Ministro da guerra entre 7 de Setembro e 13 de Outubro 1821, quando assumiu as funções de deputado pelos Açores. Voltou a exercer as funções de ministro da guerra, acumulando a pasta da marinha, de 1 de Junho de 1823 a 15 de Janeiro de 1825, na sequência da vilafrancada.

Acusado de ligação aos franceses pelo representante britânico, acaba por ser afastado, numa decisão salomónica de D. João VI, que também libertou Palmela de tarefas governamentais, dado que este, ao inverso, era acusado pelo embaixador francês de ser um agente britânico. Era então ministro assistente ao despacho.  Preso de 1828 a 1832. Morre na prisão.