Navarro, Ernesto Júlio (1876-1938)

Filho de Emídio Júlio Navarro e pai de André Francisco Navarro. Engenheiro civil por Paris. Participa em três governos da I República, em 1917, 1919-1920 e 1922, nas áreas do trabalho, do comércio e da agricultura.

Oriundo dos monárquicos, adere aos democráticos, sendo diretor-geral das colónias. Subsecretário de Estado do Trabalho e Previdência Social de 26 de Maio a 9 de Dezembro de 1917, no governo de Afonso Costa (com o ministro Lima Basto).

Ministro do comércio no governo de Sá Cardoso, de 30 de Junho de 1919 a 21 de Janeiro de 1920. Ministro da agricultura no governo de António Maria da Silva, de 6 de Fevereiro a 30 de Novembro de 1922.