Mensário Português de 1931

Janeiro

Dia 19 - Novo ministro da guerra. Schiappa de Azevedo substitui Namorado Aguiar na guerra. Este teria conspirado com Ivens Ferraz no sentido da substituição de Salazar.

Dia 26 - Novos ministros da justiça e das colónias. Lopes da Fonseca é substituído por José de Almeida Eusébio no ministério da justiça. Armindo Monteiro, novo ministro das colónia. Águedo de Oliveira, subsecretário das finanças.

Abril

Dia 4 - Começa a publicar-se o Diário da Manhã, órgão da União Nacional; Começa a revolta da Madeira, liderada por Sousa Dias. Constituída uma Junta Governativa.

Dia 7 - Partem forças militares governamentais para a Madeira.

Dia 8 - Revolta nos Açores.

Dia 14 - Proclamada a República em Espanha.

Dia 17 - Revolta militar na Guiné.

Dia 20 - Rendem-se os revoltosos dos Açores.

Dia 22 - Parte de Lisboa nova expedição militar contra os revoltosos da Madeira. Comanda-a o próprio ministro da marinha, Magalhães Correia.

Dia 25 - Parte novo contingente para a Madeira, sob o comando do coronel Cameira; Visita oficialmente Lisboa o príncipe de Gales e o duque de Kent.

Dia 28 - Magalhães Correia lança um ultimato geral aos revoltosos.

Dia 30 - Iniciado o ataque aos insurretos da Madeira.

Maio

Dia 1 - 1º de Maio em Lisboa - Incidentes em Lisboa com estudantes. Surgem manifestos de um grupo dito Estrela Vermelha.

Dia 2 - Rendem-se os revoltosos da Madeira.

Dia 7 - Rendem-se os revoltosos da Guiné; Salazar emite nota oficiosa intitulada O Preço da Desordem.

Dia 13 - Regresso das tropas governamentais a Lisboa.

Dia 17 - Manifestação de apoio ao regime. Discurso de Salazar intitulado Ditadura Nacional, Governo Nacional, Política Nacional.

Dia 18 - Aprovação provisórias das bases orgânicas da União Nacional, numa reunião presidida por Lopes Mateus; Quando os manifestantes pró-regime regressam de Lisboa, são lançadas bombas contra eles.

Dia 19 - Ataque à maçonaria - Fechada e selada a sede do Grémio Lusitano.

Dia 25 - Bombas em Lisboa - Bombas em Lisboa no Alto do elevador de Santa Justa. Tumultos na Rua do Carmo.

Dia 28 - Sessão da Liga 28 de maio com ataques à maçonaria e ao comunismo.

Junho

Dia 2 - Universidade Técnica de Lisboa - Decreto aprova os estatutos da Universidade Técnica de Lisboa, então integrada pelo Instituto Superior de Agronomia, pela Escola Superior de Medicina Veterinária, pelo Instituto Superior Técnico e pelo ISCEF.

Dia 18 - Oficiais da marinha prestam homenagem a Salazar e a Magalhães Correia.

Dia 25 - Remodelação - Schiappa de Azevedo deixa o ministério da guerra. A pasta é assumida interinamente pelo ministro do interior, Lopes Mateus.

Dia 29 - Terceiro orçamento de Salazar - Salazar apresenta o seu terceiro orçamento para 1931-1932, com um saldo positivo de 1 900 contos. Declara que estamos sob o temporal de uma crise mundial.

Julho

Dia 4 - Decreto cria a Junta Nacional de Exportação das Frutas.

Dia 8 - Aliança Republicano-Socialista solicita a Carmona em audiência direitos como partido político; Criada a Junta Nacional de Olivicultura.

Dia 17 - Manifestação de homenagem a Carmona em Belém. À noite, no Coliseu, discursos de Domingos de Oliveira e de Oliveira Salazar: um nacionalismo político, económico e social bem compreendido, dominado pela soberania incontestável do Estado forte em face de todos os componentes da Nação.

Dia 18 - Aprovação das bases da União Nacional - Ministro do interior, Lopes Mateus, aprova as bases orgânicas da União Nacional, considerada associação política independente do Estado, mas não um partido político; Assalto ao jornal República.

Dia 22 - Manifesto do diretório do Partido Republicano.

Agosto

Dia 26 - Revolta dos Caçadores 7, com Dias Antunes, Hélder Ribeiro, Sarmento Beires, Utra Machado e Agatão Lança. São deportados para Timor. Do lado governamental, destacam-se Daniel de Sousa, David Neto, Mário Pessoa Costa. Cerca de 40 mortos e duzentos feridos.

Setembro 

Dia 2 - Governo britânico abandona o estalão ouro e a libra desvaloriza cerca de 30%. Era um gabinete de coligação nacional, presidido pelo trabalhista Mac Donnald, com liberais e conservadores.

Dia 5 - Decreto cria um Tribunal Colectivo de Géneros Alimentícios que dura até 1975.

Dia 6 - Conselho Ministros português decide que o escudo alinhe com a libra.

Outubro

Reúne em Lisboa um Congresso Internacional da Crítica onde participa Luigi Pirandello.

Remodelado o ensino primário.

Congresso Nacional Missionário em Barcelos.

Dia 21 - Lopes Mateus assume o ministério da guerra, que geria interinamente. Pais de Sousa, novo ministro do interior.

No Sul de França, em casa de Bernardino Machado, reunião dos principais oposicionistas portugueses que se encontravam exilados.

Dia 26 - José de Almeida Eusébio, novo ministro da justiça.

Dezembro

Dia 6 - Reorganização do Ministério da Agricultura, da autoria de Linhares de Lima.

Dia 13 - Incidentes em Évora - Em meados de dezembro, incidentes em Évora na inauguração de uma sede da Liga Nacional 28 de maio. Dois mortos, dez feridos.

Dia 14 - No dia seguinte, morte do Joaquim da Silva Dias, diretor do Manuelinho de Évora, quando se dirigia a Lisboa, acompanhado por Rolão Preto.

Dia 17 - Reunião de militantes do Centro Católico, convocados por Lino Neto. Comparece Mário de Figueiredo, mas não Salazar. Decidem não enfrentar a União Nacional.

Dia 22 - Instituído um Conselho Político Nacional. Entre os civis: Salazar, Armindo Monteiro, Manuel Rodrigues, Martinho Nobre de Melo, Mário Figueiredo e José Alberto dos Reis.

Dia 28 - Criada uma Junta Nacional de Sericicultura.