Melo, Martinho Nobre de (1891-1985)

MelloProfessor de direito em Lisboa. Ministro da justiça de 7 de Março a 15 de Maio de 1918 e dos negócios estrangeiros de 6 a 9 de Julho de 1926.

Inspirador dos decretos de 11 e 30 de Março de 1918, bases do sidonismo (decreto eleitoral e de modificação da Constituição de 1911 no sentido presidencialista). Dirigente da Cruzada Nuno Álvares. Embaixador no Brasil, nomeado em Abril de 1932. Diretor do Diário Popular de 1958 a 1974.