Lima, Sebastião de Magalhães (1851-1928)

Sebastião_de_Magalhães_Lima_em_1891Guerra Junqueiro chamava-lhe o caixeiro viajante da República. Ministro do fomento de 15 a 17 de Maio de 1915, no governo de João Chagas.

Ministro da instrução pública desde esta data a 19 de Junho de 1915 no governo de José de Castro. Advogado em 1875-1879, torna-se diretor de Século, entre 1881 e 1896, bem como de A vanguarda, de 1898 a 1911. Maçon desde 1874, é Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, a partir de 1907. Ver Raul Brandão, Memórias III, pp. 179 ss.; Álvaro Neves, A Vida de um Apóstolo. S. Magalhães Lima, 2 vols., Lisboa, 1930-1931