Lima, José Caetano Lobo de Ávila da Silva (1885-1956)

Professor de direito a partir de 1910, é exonerado em 1913, acusado de ser conspirador monárquico. Maçon desde 1911, torna-se deputado monárquico em 1918. Passa para a Faculdade de Direito de Lisboa em 1919. Membro da direção do Banco de Portugal.