Lei Eleitoral de 1915 (Lei nº 314 de 1 de junho)

Emitida depois da queda do governo de Pimenta de Castro. Direito de voto a militares no ativo, ao contrário do estabelecido na lei de julho de 1913 e de acordo com o decreto de Pimenta de Castro. Nova divisão dos círculos eleitorais. Aumento da representação das minorias: 1 em círculos de 3 e de 4 deputados; 2 em círculos de 8. Isto é 44 mandatos minoritários num total de 163 deputados (a proporção na lei de Pimenta de Castro era de 37 para 163).