Jacobinos

girondinos-y-jacobinosDo francês jacobins. Nome dado a um clube político de 1790 que reunia os membros da extrema-esquerda da assembleia constituinte. A designação tem a ver com o sítio de reunião do mesmo, o convento de Saint Jacob (S. Tiago, em português) dos dominicanos, na rua de Saint Honoré, em Paris. Assim, por ironia etimológica, o nome de jacobinos equivale ao de dominicanos, dado que estes, em Paris, eram conhecidos até então por aquele último designativo.

O grupo, em oposição aos girondinos, que propunham a colaboração entre as classes e a descentralização, assumiram o radicalismo revolucionário que conduziu ao Terror, invocando a Razão, a Virtude  e a Regeneração, visando a construção de um homem novo. Invocando o Povo estabeleceram o centralismo democrático, procurando eliminar quer os corpos intermediários quer a autonomia das províncias.

O grupo teve a sua origem em outubro de 1789, reunindo deputados ditos patriotas que constituem a Societé des Amis de la Constitution, alargada a advogados e ricos burgueses não parlamentares. Em 1790 já congregam cerca de 1200 pessoas. Nesse ano criam secções em quase todos os bairros de Paris e promovem a formação de cerca de 2 000 sociedades nos vários departamentos franceses. Girondinos.