Greves em 1946

Em 3 de Janeiro, greves dos lanifícios na Covilhã e na zona da Serra da Estrela. Envolvidos cerca de 10 000 trabalhadores com intervenção da GNR. Esta ocorrência é descrita por Ferreira de Castro em A Lã e a Neve. Em 27 de Fevereiro, greve dos mineiros de S. Pedro da Cova, durante sete dias. Abrangidos cerca de 7 000 trabalhadores.