Greve de Julho-Agosto

Movimento grevista na região de Lisboa desencadeado a partir de 27 de Julho. O processo foi desencadeado por um manifesto do secretariado do PCP de 25 de Julho, apelando à greve, e terminou depois de em 3 de Agosto o mesmo organismo ter ordenado o fim de tais operações. Há despedimentos gerais. Mas em 5 de Agosto começam as greves em S. João da Madeira (calçado e Oliva) e de novo em Lisboa (gráficos).