Regência do reino nomeada pelas Cortes (1821)

Regência do reino nomeada pelas Cortes – desde 26 de janeiro de 1821.

Presidência do conde de Sampaio e tendo como vogais:

  • Frei Francisco de São Luís;
  • José da Silva Carvalho;
  • João da Cunha Sotto Mayor;
  • Marquês de Castelo Melhor (alegou incapacidade física e não assumiu o cargo).

Os secretários do despacho, ou ministros, eram:

  • Fernando Luís Pereira de Sousa Barradas (nos assuntos do reino);
  • Francisco Duarte Coelho (nos assuntos da fazenda);
  • Anselmo José Braamcamp de Almeida Castelo Branco (nos estrangeiros);
  • Francisco Maximiliano de Sousa (na marinha);
  • Marechal António Teixeira Rebelo (na guerra).

Deste grupo de dez, sete pertenciam à maçonaria.

Governo nomeado por D. João VI

 

Em 26 de fevereiro de 1821 - Novo governo com:

  • Inácio da Costa Quintela no reino;
  • Silvestre Pinheiro Ferreira, na guerra e nos estrangeiros;
  • Conde da Lousã na fazenda;
  • Monteiro Torres na marinha.