Geraldes, Manuel Vaz Preto (1828-1902)

Um dos paradigmáticos caciques do constitucionalismo monárquico. Sucessivamente regenerador e constituinte. Depois de fazer vários deputados, dos quais se destaca João Franco, constitui a coluna de sustentação dos constituintes de José Dias Ferreira.

Começa como influente regenerador no distrito de Castelo Branco.

A partir de Novembro de 1878, opondo-se à política do ministro das obras públicas Lourenço António de Carvalho, passa para a oposição.

Torna-se dissidente dos regeneradores com Pinheiro Chagas, Sousa Lobo e o Conde da Graciosa, criando um movimento dito Mais regeneradores que os próprios regeneradores.

Passa para os constituintes de Dias Ferreira. Ataca o governo em 25 de Fevereiro de 1880 e tem um duelo com Emídio Navarro.