Garrett, João Baptista da Silva Leitão de Almeida

garrettNatural do Porto, vai com a família para a ilha Terceira em 1809, por causa das invasões francesas, onde é educado, nomeadamente pelo tio, o bispo de Angra, D. Frei Alexandre da Sagrada Família.

Matricula-se em leis, em 1816. Membro ativo da loja maçónica, Sociedade Jardineira. Termina o curso de direito em 19 de novembro de 1821. Instalado em Lisboa, entra em agosto de 1822 para a secretaria de estado do reino. Publica O Dia 24 de Agosto de 1821. Exilado de 1823 a 1826, primeiro em Londres e depois em França, onde publica o poema Camões. Regressa a Lisboa em 1826, publicando Carta de guia para eleitores, em que se trata da opinião pública, das qualidades para deputado, e do modo de as conhecer. Dedica-se ao jornalismo político. Participa nas archotadas. De novo, no exílio depois de 1828 em Londres e em França.

É adido junto de Palmela e publica em Londres, em 1830, Portugal na Balança da Europa e Da Educação. Colabora com Mouzinho da Silveira no governo de Angra. Mindeleiro. Encarregado de negócios em Bruxelas (1834-1836). Começa a publicar em julho de 1836 O Português Constitucional, ligado ao grupo de Passos Manuel. Membro fundador da Sociedade Patriótica Lisbonense em 9 de Março de 1836. Subscritor da acusação de alta-traição aos implicados na belenzada de Novembro de 1836. Deputado pelos Açores em 1837-1842. Funda o Teatro Nacional e o Conservatório Nacional em 1838. Cria um reportório de teatro português, onde se destaca Frei Luís de Sousa, de 1843. Escreve Viagens na Minha Terra, também  em 1843, obra apenas publicada em 1846. Opõe-se ao cabralismo, regressa ao activo da política com a Regeneração. Visconde em 1851. Autor do relatório da lei eleitoral de 1846 e da lei sobre as misericórdias de 26 de novembro de 1851. Ministro dos negócios estrangeiros de Saldanha, entre 4 de março e 19 de agosto de 1852. Apresenta na Câmara dos Pares um relatório sobre a reforma administrativa em 21 de janeiro de 1854.

  • 1822, O Dia 24 de Agosto de 1821

  • 1826, Carta de guia para eleitores, em que se trata da opinião pública, das qualidades para deputado, e do modo de as conhecer
  • 1829, Tractado de EducaçãoLondres, 1829.
  • 1830, Portugal na Balança da Europa. Do que tem sido e do que ora lhe convém ser na nova ordem de coisas do mundo civilizado (Londres, 1830 Reed. port., Lisboa, Livros Horizonte, s.d.).
  • 1843, Frei Luís de Sousa
  • 1846, Viagens na Minha Terra. Obra escrita em 1843, mas apenas publicada em 1846.
  • João Gaspar Simões, João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett, in Jurisconsultos Portugueses do Século XIX, 2º vol., edição do Conselho Geral da Ordem dos Advogados, Lisboa, 1960, pp. 174 ss.