Fronda

FrondeMovimento francês que, entre 1648 e 1653, se opõe à política de centralização desencadeada por Richelieu. Primeiro, surge a fronda parlamentar, em 1648-1649, quando os parlamentares, aliados ao coadjutor de Paris, Paul Gondi, futuro cardeal de Retz, tentam transformar o parlamento num corpo político, restringindo os privilégios do poder real, nessa altura representado por Mazarino. Segue-se a fronda dos príncipes onde se destaca a liderança de Condé, mais uma vez aliado ao cardeal de Retz. As tropas da Corte dominam Paris em 1652 e acabam com a revolta, conquistando Bordéus em agosto de 1653. A palavra vem do verbo fronder.