Fatalismo

De fatum, particípio passado do verbo fari, dizer ou exprimir. Significava a palavra expressa por um adivinho, aquilo que ele fazia para prever o futuro. Por evolução semântica, a crença segundo a qual a vida humana é determinada por uma entidade superior a que ninguém consegue escapar. A crença na força do destino. Muitas vezes assume aspetos negativistas, considerando que a derrota é o inescapável destino do homem, andando ligada ao pessimismo, ao nihilismo e ao determinismo. Na linguagem comum, o fatalismo anda ligado à crença sobre a inevitabilidade do sofrimento, acentuando os aspetos trágicos da vida.