Ego

Segundo Freud, o ego resulta de um equilíbrio entre o id e o superego, entre as tendências elementares e a censura social interiorizada pelo indivíduo.