Doação de Constantino

Documento descoberto no ano de 750, segundo o qual o imperador Constantino, ao retirar-se de Roma para Bizâncio, terá dado ao Papa poderes para governar o Império Romano do Ocidente. Serviu para justificar o sacerdotalismo e esteve na base da restauração carolíngia.