Ditadura Técnica

hintzDurante a monarquia constitucional portuguesa, era frequente os governos entrarem em ditadura técnica, quando, depois da dissolução parlamentar, se promoviam novas eleições, donde saía uma câmara de deputados que, depois, aprovava os decretos ditatoriais através de um bill de indemnidade. Algumas foram extremamente gravosas, como as de 1847 e 1894.

O governo regenerador de Hintze Ribeiro (na imagem), no poder de 23 de fevereiro de 1893 a 7 de fevereiro de 1897, teve uma fase de ditadura técnica de janeiro a abril de 1894 e a partir de de 28 de novembro de 1894. É então que se destaca a ação de João Franco, como ministro do reino, emitindo-se a reforma administrativa de 2 de março de 1895 o decreto eleitoral de 28 de março de 1895, o ato adicional de 25 de setembro de 1895, onde são abolidos os pares eletivos. Eleições de 17 de novembro de 1895. As cortes apenas reabrem em 2 de fevereiro de 1896.