Corporatism

Expressão anglo-saxónica que caracteriza a organização das democracias liberais onde as atividades autónomas da sociedade, nomeadamente os grupos de interesse e os grupos de pressão participam nas decisões políticas, mas subordinados à força do Estado.