Conferência de Veneza (1956)

É já em 29 de maio de 1956 que uma conferência dos ministros dos negócios estrangeiros da CECA, realizada em Veneza, aprova o relatório Spaak, decidindo abrir negociações inter-governamentais, para as quais vão ser convidados a participar, para além dos seis, outros países europeus. Conforme reconhecia Hallstein, a genialidade do método era que tomou um grupo de pessoas que se tinham confinado a ideias gerais e transformou os seres humanos em delegações; depois, eles souberam resistir a pressões nacionais a fim de preservarem os seus conceitos internacionais. Conferência diplomática de Bruxelas Decidida a convocação de uma conferência diplomática para a preparação do aprofundamento da integração europeia, que, se reuniu em Bruxelas a partir de 26 de junho, concluindo os seus trabalhos nos começos de março de 1957.