Columbia University

A ciência política contemporânea tem a ver com a história do presente, mais especificamente, com o processo académico norte-americano, quando a disciplina se destacou de um conglomerado, a que então se dava o nome de ciências políticas, onde se cruzavam o direito, a economia e a sociologia.

A certidão de nascimento da autonomia académica da ciência política contemporânea, apesar dos antecedentes da criação de um Department of History, Social and Political Science, na Cornell University, em 1868, e da instituição de programas de doutoramento em estudos históricos e políticos pelo milionário John Hopkins, em 1876, tem a data de 1880, quando, sob o impulso de John William Burgess (1844-1931), se criou a School of Political Science na Columbia University de New York, cujo modelo, inspirado pela École Libre des Sciences Politiques, surgida em Paris, em 1871, rapidamente se reproduziu noutros centros universitários norte-americanos. A escola de Burgess constituía um mero graduate institute, onde seria possível a obtenção do grau de Ph. D., depois de três anteriores anos de estudos universitários.

Não passava de um agregado de estudos sobre a política, em que, apesar da autonomia académica, ainda não se atingira a verdadeira autonomia científica da disciplina. Numa primeira fase, a escola em causa tinha três divisões administrativas: História e Filosofia Política, Economia e Ciência Social, bem como Direito Público e Jurisprudência Comparada. Isto é, sob o nome coletivo de political science, incluíam-se as disciplinas de história, filosofia política, economia, direito público, jurisprudência, sociologia e diplomacia.

O exemplo, contudo, frutificará. Em 1890, em Harvard, era criada a Faculty of Arts and Science e uma das suas doze divisões era a de History and Political Science que, em 1911, se subdivide nos departamentos de Government e de Political Economy. Surgiam também departamentos autónomos de Political Science em várias universidades. Em 1903, na Universidade da Califórnia; em 1904 na de Illinois; em 1911, na de Michigan; em 1915, na de Minnesota; em 1919, na de Stanford.