Coexistência Pacífica

O mesmo que détente. Modelo de relações internacionais entre o leste e o ocidente, depois da subida de Kruchtchev ao poder. Frase cunhada por Trotsky em 1917, equivalente a coabitação pacífica, visando qualificar as relações da Rússia comunista com os Estados capitalistas vizinhos depois da Grande Guerra. Expressão retomada depois da morte de Estaline, em 1955, equivalendo a détente, quando o degelo khruchteviano permite uma distensão no processo da guerra fria.

Como então se dizia, se entre o Leste e o Oeste não se gerara ainda um modus vivendi, sempre de estabelecera, pelo menos, um modus non moriendi. Contudo, apesar da acalmia nas relações entre os dois blocos, eis que emergia o terceiro-mundismo, principalmente a partir da Conferência de Bandung, também de 1955.