Coca Cola

coca colaTónico alimentar não alcoólico inventado em 1886 pelo farmacêutico John Pemberton, de Atlanta, pela mistura de folha de coca com noz de cola. A firma lançada pelo inventor da fórmula foi comprada por Asa Candler que altera a fórmula secreta do produto e lança-o como refrigerante, lançando uma intensa campanha de propaganda. No final dos anos vinte a firma passa a ser dirigida por Robert Woodruff que a lança nos mercados externos e transforma a bebida num símbolo da american way of life, muito especialmente depois da Segunda Guerra Mundial. Em Portugal, o produto chega a ser vendido no começo dos anos trinta, sendo Fernando Pessoa o publicitário encarregado de lançar entre nós o primeiro slogan sobre o mesmo: primeiro estranha-se e depois entranha-se. Contudo, os serviços de controlo da qualidade alimentar do salazarismo acabam por proibi-lo, invocando a circunstância de no caso do conteúdo corresponder à marca, trata-se de droga; se não, é publicidade enganosa. Apesar das pressões norte-americanas, o produto só foi autorizado a circular em Portugal Continental depois de 1974.