Cristo, Francisco M. Homem (1860-1943)

pes_110906Fundador do semanário O Povo de Aveiro, em 1882, demite-se então do exército.

Fez parte do directório do Partido Republicano. Colaborou na revolta do 31 de janeiro de 1891, sendo, então, preso.

Opositor de Afonso Costa. Pede a demissão do exército em 1909 e exila-se em Paris.

Violento polemista na linha de José Agostinho de Macedo, demolidor da política dos afonsistas, acaba por elogiar Carmona e o Secretariado da Propaganda Nacional.

Em 1906 edita Pro Patria, obra de reflexão sobre a paz e a guerra e o militarismo, onde advoga a introdução em Portugal do modelo suíço de serviço militar. Escreve também Banditismo Político, considerado a Torre do Tombo da patifaria nacional.

Bibliografia

Pro Patria, 1906

Banditismo Político

Notas da Minha Vida e do meu Tempo