Centro Académico da Democracia Cristã

francisco sousa gomesFunda-se em Coimbra no ano de 1901, como círculo de estudo, reflexão e propaganda, sendo dirigido por Francisco Sousa Gomes (na imagem). O primeiro presidente é A. Francisco Meneses Cordeiro. Edita a revista Estudos Sociais que vai procurar estruturar um movimento social-cristão. A sede foi assaltada no dia 1 de fevereiro de 1911 e o centro não funcionou no ano lectivo de 1911-1912. Em 12 de fevereiro de 1912 o grupo começa a editar o jornal Imparcial, que tem como diretor Manuel Gonçalves Cerejeira e onde vai colaborar Salazar que, curiosamente, sob o pseudónimo de Alves da Silva, escreve artigos de resposta a outros estudantes republicanos, como António Granjo e Alfredo Pimenta. O CADC é solenemente reaberto em 8 de dezembro desse ano de 1912. Desta última geração, destque para Gonçalves Cerejeira, António de Oliveira Salazar, francisco Veloso, Carneiro Mesquita, Diogo Pacheco de Amorim, Joaquim Dinis da Fonseca e José Nosolini.