Cabeçadas, José Mendes (1883-1965)

Oficial de Marinha e maçon. Revolucionário do 5 de outubro de 1910, comandante do navio Adamastor. Presidente da junta revolucionária de Lisboa do 28 de maio. Organizador da conjura da abrilada contra o salazarismo em 1947. Participa ativamente na implantação da República (1910).

Primeiro-ministro, por indicação de Bernardino Machado, torna-se quase plenipotenciário, ao acumular as pastas ministeriais mais relevantes. Por renúncia do Presidente da República, assume, em concomitância a chefia das Forças Armadas (31 de maio de 1926). É afastado do poder duas semanas mais tarde.

Feroz opositor da autocracia de Carmona e Salazar, conspira em, pelo menos, duas tentativas insurrecionistas (1946 e 1947). Como derradeiro gesto político, subscreve o «Programa para a Democratização da República» (1961).