Braga, Teófilo (1843-1924)

Teofilo_BragaJoaquim Fernandes Teófilo Braga.

Participa na Questão Coimbrã de 1865. Forma-se em direito em 1868.

Em 1872, professor de literatura do Curso Superior de letras.

Publica Soluções Positivas da Política Portuguesa em 1879. Considera que o constitucionalismo monárquico é uma transigência provisória entre o absolutismo e a revolução, e que esse estado provisório era explorado por uma família, muito além do legítimo momento histórico, onde dominam partidos médios que quando têm força, intimidam, como vimos nos Cabrais ou, quando se sentem fracos, corrompem, como fez Rodrigo da Fonseca. Critica a geração dos republicanos de 1848 por não terem entendido  o oportunismo de Gambetta na II República Francesa, que conciliou a burguesia com a república, sem alienar a simpatia dos democratas mais avançados.
Eleito deputado republicano nas eleições suplementares de 25 de fevereiro de 1888, juntando-se a Elias Garcia e Zófimo Consiglieri Pedroso, sob um governo progressista. Observa que a filosofia positiva mostrou-nos que o constitucionalismo era uma transacção provisória entre o absolutismo e a revolução. Presidente do governo provisório de 5 de outubro de 1910 a 4 de setembro de 1911. Eleito presidente da república em 28 de maio de 1915 até 5 de outubro de 1915, depois da renúncia de Manuel de Arriaga.

Bibliografia

História das Ideias Republicanas em Portugal, 1880 (ver Lisboa, Vega, 1980). Faleceu em 28 de Janeiro de 1924.

Traços Geraes da Philosofia Positiva. Comprovados pelas Descobertas Scientíficas Modernas, Lisboa, Nova Livraria Internacional, 1877

Revista O Positivismo (1878-1882), e Júlio de Matos , 1878

Soluções Positivas da Política Portuguesa, Lisboa, Nova Livraria Internacional, 1879, 2 vols.: I - Da aspiração à revolução e sua disciplina em opinião democrática; II - Do advento evolutivo das ideas democráticas). História das Ideas Republicanas em Portugal (Lisboa, Livraria Sousa Neves, 1880)

Sciencia das Religiões. Origens Poéticas do Christianismo, Porto, Imprensa Commercial, 1880

Systema de Sociologia, Lisboa, Livraria Castro & Irmão, 1884

O Povo Português nos seus Costumes, Crenças e Tradições, 1885

A Pátria Portuguesa. O Território e a Raça, 1894