Barbosa, José (1869-1923)

Natural da ilha do Fogo. Jornalista republicano, colaborador de A Lucta. Maçon desde 1910. Alinha sempre com o grupo camachista e integra, depois, o partido liberal. Deputado, chega a ministro das colónias em 1920. Fica célebre por ter apresentado em 21 de Junho de 1911 um projeto constitucional presidencialista. Deputado desde 1911. Membro do grupo camachista desde sempre. Em 1910-1911 participa na luta entre o respetivo grupo, disto então grupo do diretório, contra os chamados provisórios. Faz a ponte com os democráticos em 1912, através de Álvaro de Castro e dos jovens turcos, numa política de aproximação sancionada por Afonso Costa para isolar o grupo evolucionista. Em dezembro de 1916 critica a política de saneamento de oficiais pelos democráticos, depois da revolta de Machado Santos, considerando que a República caminha para o abismo. Critica o presidencialismo de Sidónio Pais em fevereiro de 1918. Como liberal, é ministro das colónias de 25 de janeiro a 8 de março de 1920, no governo de Domingos Pereira. Já aparecia em tal posto no governo frustrado de Afonso Costa de 15 de janeiro do mesmo ano.