Banditismo

Ação de bandos armados que atuam contra a autoridade estabelecida. Nome dado aos guerrilheiros pelos poderes estabelecidos que sofrem da violência daqueles. Por ocasião das guerras coloniais portuguesas, os movimentos que se diziam de libertação eram qualificados pelas autoridades estabelecidas como bandoleiros, salteadores e terroristas. Alguns desses movimentos, depois de conquistarem o poder, passaram a chamar aos congéneres que os combateram militarmente, como bandidos armados, expressão amplamente manipulada pelo governo da FRELIMO em Moçambique contra a RENAMO e pelo governo do MPLA de Angola contra a UNITA. O banditismo político teve alguns desenvolvimentos em Portugal no século XIX, com bandos guerrilheiros pró-miguelistas, como o Remexido no Sul, ou pró-liberais, como o Zé do Telhado ou o João Brandão.