Africano, António de Freitas (séc. XVII)

Um dos juristas da Restauração. Natural de Tânger e doutor em leis. Autor de um importante opúsculo de cerca de 40 páginas que o celebrizou. Considera que não se diz de Portugal Rei, senão Rei de Portugal, porque o Rei foi eleito e subordinado para o Reino e não o Reino para o Rei.

Bibliografia

Primores Políticos e Regalias de Nosso Rey Don Joan, o IV, 1641